Rua Bibiano Pereira da Rocha, nº 2-A, Morro Azul - Flamengo
+55 (21) 2553-3485
midiashootobrasil@gmail.com
O SHOOTO

Fundado no fim da década de 80 por Satoru Sayama

com o nome de Japan Open, o Shooto foi o primeiro evento de Vale Tudo profissional realizado no Japão e reuniu nomes consagrados da modalidade.

Uma das mais tradicionais competições de MMA do mundo, o Shooto já foi considerado o “Pride dos Leves” e revelou grandes nomes do atual MMA. 

Saiba mais

DETENTORES DOS CINTURÕES

Conheça os campeões do Shooto Brasil

JULIA POLASTRI

Peso Palha

A carioca Julia Polastri, da equipe CWB Fighter, tornou-se campeã da categoria peso-palha feminino (até 52kg) ao surpreender a favorita Jéssica Delboni e vencer por nocaute no segundo round do confronto. O combate aconteceu na edição 97 do Shooto, em outubro de 2019.

YAN TEIXEIRA

Peso Super-Palha interino

Yan Teixeira conquistou o título provisório dos super-palhas (até 54kg) ao finalizar Dôglas Puro Osso com um mata-leão no Shooto 98. Ele agora deve encarar o campeão linear da categoria, Gilberto Cangaceiro, que estava fora de ação devido a uma lesão.

GILBERTO “CANGACEIRO”

Peso Super-palha

Gilberto Cangaceiro sagrou-se campeão da categoria super-palha (até 54kg) ao derrotar Werick Dinamite com um mata-leão, em setembro de 2018, no Shooto 88. Foi o segundo título do evento na carreira de Cangaceiro, que também já havia sido campeão dos palhas.

DAYANA SILVA

Peso Galo

Dayana Silva, da equipe Nova União, venceu a experiente Sidy Rocha por decisão unânime dos juízes em setembro de 2019, no Shooto Brasil 95, e faturou o cinturão da categoria peso-galo feminino (até 61kg) aberto por Lara Procópio, agora atleta do UFC. 

ELVIS SILVA

Peso Super-galo

O capixaba Elvis Silva venceu Glyan Alves por decisão dividida no Shooto 94, em agosto de 2019, tornando-se o novo campeão da divisão até 63,5kg. Glyan era campeão da categoria, mas teve o cinturão retirado ao não bater o peso na véspera da luta e o combate valia o título somente para Elvis.

KAUÊ FERNANDES

Peso Super-pena

Considerado uma das grandes revelações da equipe Nova União, o carioca Kauê Fernandes tornou-se campeão da categoria super-pena (até 68kg) ao nocautear o amazonense Jameson Oliveira antes dos dois minutos iniciais do combate, na edição 86 do Shooto Brasil, em agosto de 2018. 

VALMIR “BIDU”

Peso Leve interino

O ex-UFC Valmir Bidu, da equipe Nova União, conquistou o título interino dos pesos-leves (até 70kg) ao vencer Ricardo Maizena, da Careca MMA Team, por decisão unânime dos juízes. Bidu e Maizena se enfrentaram na edição 93 do Shooto Brasil, realizada em julho de 2019.

FABRÍCIO “NEGÃO”

Peso Leve

Em sua luta de estreia no Shooto Brasil, Fabrício Negão, da equipe Ribas Family, derrotou o ex-UFC Valmir Bidu, da Nova União, no Shooto 82 e tornou-se o campeão dos dos leves (até 70kg). O cinturão pertencia a Ronys Torres, atual campeão da categoria ultra- leve (até 72,6kg).

RONYS TORRES

Peso Ultra-leve

O ex-lutador do UFC, Ronys Torres, manteve o cinturão dos ultra-leves ao vencer o desafiante Marcio Bruno na luta principal do Shooto Brasil 87, edição BOPE, em agosto de 2018. Após dominar os dois primeiros rounds do combate, Ronys conseguiu encaixar um mata-leão e garantiu o título.

ALESSANDRO MACEDO

Peso Super Meio-médio

O paranaense Alessandro Macedo, da equipe Rio Fighters, conquistou o cinturão Sul-Americano dos super-meio-médios (até 88,4kg) ao nocautear Renato Rangel, da Nova União, no terceiro round. O confronto aconteceu no Shooto 77, realizado em Brasília, em outubro de 2017.

Shooto 87 BOPE

Confira os melhores momentos do Shooto 87 BOPE

– SAIBA MAIS –

O SHOOTO É O EVENTO BRASILEIRO QUE MAIS REVELA ATLETAS PARA O MMA MUNDIAL.

PATROCÍNIOS

Algumas empresas que nos ajudam a fazer a diferença!