Rua Bibiano Pereira da Rocha, nº 2-A, Flamengo, RJ
+55 (21) 2553-3485
midiashootobrasil@gmail.com

Shooto 105 tem seis nocautes, finalização e “no contest” após cabeçada

Shooto 105 tem seis nocautes, finalização e “no contest” após cabeçada

Marcio Ticoto vibra no anúncio do resultado — Foto: Marcell Fagundes/Shooto Brasil

Apesar de noite recheada de vitórias por nocaute e finalização solitária, a luta principal termina em anticlímax após cabeçada acidental de Wanderson Panda em Alexandre Lek Lek

Por Combate

Na noite desta última quinta-feira, no Rio de Janeiro, o Shooto Brasil 105 não deu trabalho algum aos juízes laterais. O card, composto de oito combates, contou com seis nocautes, e nenhum deles nem mesmo no terceiro round. Além disso, uma finalização abriu o evento, e a luta principal foi o anticlímax da noite, declarada sem resultado após uma cabeçada acidental de Wanderson Panda em Alexandre Lek Lek, em duelo no peso-pena (até 66kg).

Wanderson Panda, 37 anos, chegou a comemorar bastante após a interrupção da luta depois do atendimento médico a Alexandre Lek Lek. O lutador paraense acreditava que tinha vencido a luta por nocaute técnico, mas como foi a cabeçada involuntária que disparou que abriu o ferimento, a luta ficou sem resultado. 

Na co-luta principal, também no peso-pena, Márcio Ticotó levou apenas 59 segundos para nocautear Wellington Nunes. Primeiro ele balançou o rival com um cruzado de esquerda, depois jogou dois golpes retos em sequência e o último levou Nunes ao chão, encerrando a luta imediatamente. Agora, Ticotó soma sete vitórias em sete lutas na carreira.

Num duelo até 75kg, Emanuel Lopes venceu Florisbergue Júnior por nocaute aos 2m04s do segundo round. Depois de golpear o rival na grade com técnicas do boxe, ele mandou um direto limpo no rosto de Júnior, que já sem forças e machucado caiu facilmente no chão, e obrigou o árbitro encerrar a luta. 

Numa luta com reviravolta, o peso-pena Micael Braga saiu de uma chave de braço de Arthur Martins e emendou no nocaute no ground and pound, aos 3m13 do primeiro round. O lutador da Nova União tem agora três vitórias e uma derrota em seu cartel.

Em luta até 64kg, João Paulo Gatto nocauteou Robson Curumim aos 3m50 do segundo round, com o adversário já entregue apenas sobrevivendo ao ground and pound. Aos 28 anos, João Paulo chega a nove vitórias no cartel, que ainda tem três derrotas.

No peso-pena, um duelo movimentado terminou com vitória de Matheus Camilo. Ele encarou Wadson Mineiro e, depois de sair da grade, mandou uma sequência balançou o adversário, e depois disparou um gancho no abdômen do rival que o levou ao chão. Mineiro caiu já nocauteado e o árbitro entrou para interromper o duelo. Foi a primeira vitória de Matheus Camilo na carreira, que havia perdido antes em sua estreia no MMA. 

A primeira luta de Mike Davidson no MMA terminou com um nocaute em apenas 57 segundos, em duelo no peso-pena com Levy Roniery. Ele chegou a toma uma canelada no início da luta que o fez cair, mas rapidamente se levantou, foi para cima e disparou um cruzado na ponta do queixo que levou o rival à lona. Davidson ainda emendou com marretadas por cima até a interrupção da luta.

No peso-leve, em luta que abriu o evento, Sandro Demolidor venceu Rafael Esperanza com uma finalização aos 3m50 do primeiro round. Ele chegou a estar na montada, perdeu a posição, ficou por baixo, mas saiu num armlock perfeito que obrigou o adversário a bater. 

Confira todos os resultados do Shooto Brasil 105:

Wanderson Panda x Alexandre Lek Lek foi declarado sem vencedor após Panda acertar uma cabeçada acidental
Márcio Ticotó venceu Wellington Nunes por nocaute aos 59s do R1
Emanuel Lopes venceu Florisbergue Júnior por nocaute aos 2m04s do R2
Micael Braga venceu Arthur Martins por nocaute técnico aos 3m13s do R1
João Paulo Gatto venceu Robson Curumim por nocaute técnico aos 3m50s do R2
Matheus Camilo venceu Wadson Mineiro por nocaute técnico aos 4m16s do R1
Mike Davidson venceu Levy Roniery por nocaute técnico aos 57s do R1
Sandro Demolidor venceu Rafael Esperanza por finalização aos 3m50s do R1

Deixe uma resposta