Rua Bibiano Pereira da Rocha, nº 2-A, Morro Azul - Flamengo
+55 (21) 2553-3485
contato@shooto.com.br

Shooto Brasil 99 coroa Ronys Torres com finalização em menos de dois minutos

Shooto Brasil 99 coroa Ronys Torres com finalização em menos de dois minutos

A noite da última sexta-feira (20) marcou a 99° edição do Shooto Brasil. A ViVi Arena, no Rio de Janeiro, viu um card repleto de emoção e muita empolgação da galera. Na luta principal da noite, o veterano Ronys Torres, ex-atleta do UFC, encarou Jefferson Mão de Pedra e levou a melhor com uma bela finalização ainda no round inicial.

No co-main event, Sidy Rocha e Mariana Morais protagonizaram um embate bem equilibrado e decidido nos detalhes a favor de Morais, por decisão unânime. A noite contou ainda com outros sete combates, com destaque para o triunfo de Lucas Fernando sobre Wallace Negão. O Shooto Brasil realiza neste sábado (21) sua última edição de 2019. O evento especial de Natal não tem venda de ingressos e a entrada será mediante a entrega de um presente, posteriormente doado a crianças carentes.

A luta principal do Shooto 99 trouxe de volta o campeão dos ultra-leves Ronys Torres subindo de categoria para encarar Jefferson Mão de Pedra. E a luta durou pouco. Logo no início, Ronys encurtou a distância, quedou e fez o que a tradição da sua equipe, Nova União, manda. Trabalhou e encaixou uma linda kimura para acabar com o duelo em menos de dois minutos de luta. Mais uma vitória para o amazonense, um dos mais antigos atletas do Shooto ainda em ação na organização.

O co-main event da noite colocou frente a frente a veterana Sidy Rocha diante de Mariana Morais, companheira de treinos da ex-campeã do UFC Jéssica Bate-Estaca. E o começo de Rocha foi a todo o vapor, dominando todo o primeiro round no chão e por pouco não segundo a luta. Nos assaltos seguintes, as atletas sentiram o ritmo do round inicial e diminuíram o ímpeto, mas Mariana melhorou na luta, virou e venceu por unanimidade.

Irmãos com sentimentos distintos e belos nocautes marcam restante do card

O evento desta sexta marcou ainda a presença dos irmãos Wallace Lopes e Wellington Neném. Enquanto o primeiro, apesar da experiência, sucumbiu à juventude de Lucas Fernando e acabou finalizado no round inicial, o segundo fez um duelo movimentado diante de Eddy Silva e venceu por decisão unânime após quase nocautear no início. Outro destaque do card foi a atuação de Carlston Harris, conhecido como Moçambique. Ele não tomou conhecimento de Cláudio Rocha e venceu por nocaute no primeiro round. Em outro combate que foi quase um monólogo, Keweny Leão nocauteou Diego Pralon com menos de dois minutos de combate.

As três lutas que abriram o Shooto Brasil 99 empolgaram o público. O primeiro nocaute saiu do triunfo de Victor Budolguinho sobre Lucas Alfaia após bela sequência. Cleiver Fernandes e Cris Moraes também fizeram uma luta movimentada, com Fernandes levando a melhor por unanimidade. Já na primeira luta da noite, Júlia Mezabarra foi bem superior a Marcela Giantomassi e levou a melhor também por decisão unânime.

Shooto Brasil Christmas sofre alterações

A tarde da última sexta-feira também marcou a pesagem da edição especial de Natal que acontece neste sábado. E o card sofreu alterações. A luta entre PH Laia e Carlão Silva, que seria o co-main event da noite, não vai mais acontecer, já que Silva ficou bem acima do limite da divisão. Outros dois atletas também não bateram o peso e saíram do card. São eles Jaciel Lima e Emanuel Lopes. Com isso, os dois adversários, Júnior Negão e Marcos Silva, se enfrentam em peso combinado. O evento marca a última edição do ano com uma ação beneficente especial de Natal. Não haverá venda de ingressos da entrada será mediante entrega de um presente/brinquedo, que serão doados à crianças carentes da comunidade do Morro Azul, vizinho a ViVi Arena.

RESULTADOS COMPLETOS:

Shooto Brasil 99

ViVi Arena, no Rio de Janeiro

Sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Ronys Torres finalizou Jefferson Mão de Pedra com uma kimura no 1R

Mariana Morais derrotou Sidy Rocha por decisão unânime dos jurados

Lucas Fernando finalizou Wallace Negão com um mata-leão no 1R

Carlston Harris Moçambique derrotou Cláudio Rocha por nocaute técnico no 1R

Wellington Neném derrotou Eddy Silva por decisão unânime dos jurados

Keweny Leão derrotou Diego Pralon por nocaute técnico no 1R

Victor Bulldoguinho derrotou Lucas Alfaia por nocaute técnico no 2R

Cleiver Fernandes derrotou Cris Moraes por decisão unânime dos jurados

Julie Mezabarba derrotou Marcela Giantomassi por decisão unânime dos jurados

Deixe uma resposta