SHOOTO 82

Shooto Brasil 82: Shooto Brasil 82 coroa Fabrício Negão e Leonardo Limberger como novos campeões

Edição consagrou Fabrício Negão e Leonardo Limberger com os títulos dos leves e dos penas, respectivamente; Felipe Olivieri e Pedro Nobre dão show.
  
A noite de lutas do Shooto Brasil 82 pegou fogo na noite deste sábado, dia 28 de abril, no Rio de Janeiro. Com dois títulos em jogo, o show coroou Fabrício Negão e Leonardo Limberger como novos campeões. Enquanto o primeiro surpreendeu o favorito Valmir Bidu com uma finalização na luta principal da noite e faturou o cinturão dos leves (até 70kg), o segundo bateu Adonilton Matos por decisão unânime e sagrou-se campeão dos penas (até 66kg). Outros destaques da noite foram o ex-UFC Felipe Olivieri que bateu o argentino Christian Dipp por nocaute e Pedro Nobre com uma vitória relâmpago sobre Júnior Orelha.

A luta principal do Shooto Brasil 82 colocou frente a frente o ex-UFC Valmir Bidu e Fabrício Negão. Especialista no boxe, Bidu apostou nos jabs durante todo o primeiro o round para frustrar Fabrício e sair na frente. No segundo assalto o cenário se manteve, com Negão apostando nos contra-ataques e Bidu controlando o combate e se defendendo bem. Até que no final do round, após uma bobeada de Bidu, Fabrício montou nas costas e achou um mata-leão que apagou o atleta da Nova União, colocou fim ao duelo e deu cinturão ao atleta do Piauí.

Leonardo Limberger e Adonilton Matos fizeram jus ao cinturão peso-pena que estava em disputa no co-main event da noite. Depois de um primeiro assalto equilibrado e com os dois trocando golpes, Limberger voltou melhor para a segunda etapa e tomou as rédeas do combate até o fim dos três rounds. Vitória e cinturão dos penas garantido para o gaúcho pupilo de Pedro Rizzo.

Olivieri dá show e Pedro Nobre aplica nocaute relâmpago

O combate entre o ex-UFC e TUF Brasil Felipe Olivieri e o argentino Christian Dipp foi quase um monólogo. Depois de abusar dos low kicks e massacrar Dipp no primeiro round, Olivieri garantiu o triunfo após a interrupção médica no intervalo entre os rounds devido a um grande corte na testa do argentino. Um dos nomes mais conhecidos do card, Pedro Nobre, da lendária equipe BTT, protagonizou o momento mais bonito da noite. Com menos de um minuto de combate, ele nocauteou Júnior Orelha de forma espetacular após linda sequência de socos.

Com Pedro Rizzo no córner, Jorge Filho fez bonito. Depois de dominar boa parte do primeiro round, ele achou uma linda finalização técnica para apagar Marcelo Barbosa e sair vencedor. Os quase charás Werick Dinamite e Erick Panteirinha levantaram o público presente na Upper Arena com um combate muito aberto. No final melhor para Dinamite que venceu por decisão majoritária. Os dois duelos que abriram o Shooto Brasil 82 foram agitados. Enquanto Hudson Sombra e Dewis Espantalho protagonizaram uma batalha muito equilibrada vencida por Sombra após belo nocaute com chute baixo, Lucas Almeida não deu chances a Alan Alves e finalizou ainda no primeiro com uma guilhotina.

Shooto Brasil 82 - Resultados oficiais

Fabrício Negão finalizou Valmir Bidu com um mata-leão aos 4min e 57seg do segundo round
Leonardo Limberger venceu Adonilton Matos por decisão unânime
Felipe Olivieri venceu Christian Dipp por nocaute técnico aos 5min do primeiro round
Pedro Nobre venceu Júnior Orelha por nocaute aos 43 segundos do primeiro round
Jorge Filho finalizou Marcelo Barbosa com uma finalização técnica aos 4min e 38seg segundos do primeiro round
Werick Dinamite venceu Erick Panteirinha por decisão majoritária
Hudson Sombra venceu Dewis Espantalho por nocaute técnico a 1min e 35seg do segundo round
Lucas Almeida finalizou Alan Alves com uma guilhotina aos 2min e 40seg do primeiro round
  
VOLTAR